Apresentação do projecto final (Design de Comunicação Multimédia)

Infografia “Acessibilidade precisa-se!”

No âmbito do projecto final da disciplina de Design da Comunicação Multimédia a presente proposta tem como objectivo esclarecer sucintamente o projecto desenvolvido na disciplina de Ergonomia das Aplicações. Será, pois, uma infografia dinâmica interactiva que poderá ser publicada no portal Jornalismo Porto Net (JPN) do curso de Ciências da Comunicação: Jornalismo, Assessoria, Multimédia.

Como já foi referido nos artigos de contextualização e apresentação do projecto “Acessibilidade – Ver o mundo com outros olhos!”, este tem como objectivo sensibilizar os alunos do segundo ciclo do ensino básico para a problemática da acessibilidade nos dias de hoje. Para além disso, pretende-se que o projecto seja integrado no âmbito da disciplina de Formação Cívica, leccionada neste ciclo. O público-alvo do sistema é, assim, constituído por crianças dos 10 aos 12 anos que frequentem o segundo ciclo.

Como foi referido nos artigos referentes ao modelo conceptual do projecto, o sistema será constituído por duas secções, sendo a primeira uma introdução ao tema da acessibilidade e a segunda uma breve descrição do mesmo. Na introdução, o utilizador poderá ver uma espécie de “filme” introdutório ao conceito. Esta será, pois, uma narrativa linear sem grande necessidade de interacção por parte do utilizador, que apenas poderá “saltar” a introdução caso deseje. Na segunda secção do sistema, serão apresentados conceitos e definições referentes ao tema de uma forma sucinta, visto o objectivo final não ser o de explicar em pormenor todos aspectos relacionados com a acessibilidade, mas sim o de tentar incutir nas crianças a informação principal e básica sobre o assunto para que estas entendam a importância do mesmo nos dias de hoje.

Relativamente à infografia de divulgação do sistema, achou-se por bem não utilizar o mesmo nome que o sistema em si. Assim, a infografia será denominada de “Acessibilidade precisa-se!” para que o público-alvo (que definirei mais à frente) entenda a importância do sistema e do tema em questão. O público-alvo da infografia não será, portanto, o mesmo do projecto em apresentação, visto a aquisição deste tipo de conteúdos (sistemas educativos) não estar relacionada, na maioria das vezes, com a própria criança, mas sim pelos responsáveis pela sua educação. Assim sendo, a infografia será dirigida aos pais, professores e aos próprios estabelecimentos de ensino. Para além disso, é importante referir que, tendo em conta uma possível publicação da infografia no JPN, achou-se por bem atingir este público-alvo, que, possivelmente, poderá ter mais interesse em consultar um portal do género.

A infografia em questão tem, pois, como objectivos principais: divulgar o sistema, os seus conteúdos e objectivos; divulgar o tema da acessibilidade e a importância de incluir valores relacionados com o mesmo não só nas crianças mas nos pais e educadores e, finalmente, explicitar o funcionamento do sistema, a forma como este está estruturado e as fases de desenvolvimento do projecto que não são passíveis de ser demonstradas no sistema em si (isto é, testes de utilizadores, inquéritos e todas as formas de relacionamento com o público-alvo aquando do desenvolvimento do mesmo).

Para cumprir os objectivo acima mencionados, a infografia estará estruturada em três secções:

1 – Apresentação do sistema (seus objectivos, o tema em questão, público-alvo e disciplina de Formação Cívica);

2 – Apresentação dos resultados dos inquéritos e testes de utilizador desenvolvidos durante o projecto;

3- Simulação do funcionamento do sistema.

Na primeira secção, para além de ser feita uma apresentação do projecto e dos seus objectivos, pretende-se dar a conhecer aos pais e educadores o tema da acessibilidade e alguns dos aspectos com ele relacionados. Serão, pois, focados todos os aspectos presentes no sistema em si e mais alguns que possam ser relevantes para o público-alvo da infografia.É, pois, importante, que este fique elucidados sobre o conceito para que mais facilmente perceba a importância do sistema para os seus filhos\educandos. Por outro lado, focar a importância das novas tecnologias na educação das crianças e caracterizar a relação dos mesmos com o computador e com conteúdos interactivos educativos é importante para que os pais e professores percebam a relevância de adquirir o sistema.

Neste sentido, na primeira secção, para além de serem apresentados os objectivos do sistema e a sua possível implementação na educação do público-alvo (crianças dos 10 aos 12 anos), serão focados os conceitos e definições relacionados com a acessibilidade; uma breve descrição dos objectivos mais pertinentes para o projecto em questão da disciplina de Formação Cívica e a apresentação das características mais relevantes em relação às crianças no âmbito escolar e na sua relação com o computador.

Assim sendo, em relação ao conceito de acessibilidade, serão focados os seguintes aspectos:

– Definição do termo;

– Conceitos básicos tais como “cidadãos com necessidades especiais”, “incapacidade”, “deficiência” e “ajudas técnicas”;

– A pessoa com deficiência e o computador;

– A acessibilidade na Internet (Consórcio World Wide Web e Web Accessibility Initiative).

Os objectivos da disciplina de Formação Cívica que poderão ser relevantes para focar na infografia são, portanto, os seguintes:

– Educar a criança para a cidadania;

– Desenvolver experiências de aprendizagem diversificadas;

– Desenvolver a consciência cívica dos alunos;

– Formar cidadãos responsáveis, críticos, activos e intervenientes;

– Fomentar a participação individual e colectiva dos alunos na vida da turma, da escola e da comunidade;

– Promover valores de tolerância e solidariedade;

– Reflectir sobre direitos e deveres dentro e fora da escola;

– Reflectir sobre a discriminação e o respeito pelas diferenças.

Por outro lado, em relação à criança, a sua vida escolar e a sua relação com o computador, os aspectos mais relevantes a focar na infografia são os seguintes:

– A criança nas aulas tem períodos de atenção curtos e intermitentes, dai que goste mais de falar, contemplar, ler e escutar do que de trabalhar;

– Estas idades são óptimas para o uso de material gráfico e meios audiovisuais, que se constituem como meios eficazes para a sua educação e formação;

– Entre os 6 e 12 anos as crianças apresentam uma intensa motivação para o conhecimento e manuseio do computador;

– Há uma crescente necessidade de conjugar o “moderno fazer da escola” com a tendência própria da infância para descobrir o mundo ludicamente e aprender o que é preciso fazendo o que se gosta de fazer;

– Nestas idades o computador sofre um deslocamento de sentido: do plano do lúdico passa para a significação de um recurso de aprendizagem com as experiências educativas formais que começam a surgir;

– A criança desta idade está, pois, apta a relacionar-se com ambientes virtuais de aprendizagem, em especial com o computador.

É importante referir, também, que na infografia não será necessário ter um cuidado tão reforçado com a linguagem utilizada para transmitir os conteúdos, visto o público-alvo não serem crianças, mas sim adultos. No entanto, parte-se do princípio de que esta possa ser consultada por indivíduos sem conhecimento da maioria dos aspectos focados, sendo que os conteúdos serão divulgados da forma mais clara e simples possível para que possam ser apreendidos mais facilmente.

Pretende-se que a infografia mantenha uma certa consistência em termos visuais com o projecto em si. Assim sendo, continuaram a ser utilizadas as mesmas metáforas relativas à escola e que remetam para o carácter educativo do sistema. Será, pois, utilizada a imagem do quadro e do giz, assim como o caderno e o lápis, caso se considere necessário e relevante. No entanto, é relevante focar o facto de ainda ter muitas dúvidas quando ao design da infografia e a forma como estes elementos podem ser conjugados e estruturados tendo em conta os conteúdos e o sistema em questão. Penso, pois, ser necessário definir estes aspectos rapidamente, embora precise de alguma orientação para conseguir fazê-lo de forma clara. Por enquanto, é necessário realçar o facto de a infografia ter uma consistência com o design do sistema por ela apresentado.

A imagem apresentada de seguida está a ser utilizada como background do sistema em si, sendo que será, também, utilizada para a realização da infografia, possivelmente também como background da mesma:

fundo_final.jpg

Assim sendo, para alem de apresentar o projecto “Acessibilidade – Ver o mundo com outros olhos!”, a infografia servirá para explicar e apresentar aos pais e educadores das crianças o tema da acessibilidade e a sua importância nos dias de hoje. Não será, pois, apenas uma apresentação do projecto, seus objectivos e funcionamento, mas um conteúdo que poderá ser consultado por qualquer indivíduo que queira adquirir mais conhecimentos sobre o tema em questão (acessibilidade). É, também, de realçar a preocupação em divulgar o sistema em si e, através do conteúdo da infografia, a sua importância para a educação das crianças, assim como de manter uma consistência entre o design do sistema e o da infografia, usando os mesmos elementos e o mesmo conceito, ou seja, a escola, a sua função educativa e os elementos que a caracterizam e que são utilizados pelos alunos (quadro, giz, cadernos e lápis).

NOTA: Para mais esclarecimentos sobre o projecto final da disciplina de Ergonomia das Aplicações Multimédia deverão ser consultados todos os artigos publicados referentes ao projecto “Acessibilidade – Ver o mundo com outros olhos!”, dos quais se destacam o “Contextualização” (publicado a 5 de Outubro), visto, como o próprio nome indica, contextualizar o projecto, os seus objectivos, o seu público-alvo e a sua integração na disciplina de Formação Cívica, e os referentes ao Modelo Conceptual.